terça-feira, 26 de maio de 2009

o começo de tudo

Eu quero imprimir o meu ritmo ao mundo
No tempo que tenho fazer o que quero
Fazer um minuto de cada segundo
Fazer com que aguardem enquanto eu espero

Eu quero falar lento e pausado
E que os outros me ouçam bem calmamente
Vivendo o presente, esquecendo o passado
E deixando o futuro chegar lentamente

Não quero ser a peça da engrenagem de uma grande máquina que move a seu tempo

Quero imprimir o meu ritmo ao mundo
Quero inventar o meu próprio segundo
Quero viver de momento em momento

Felipe

2 comentários:

Anônimo disse...

Linda mensagem Parabéns.Abraços,MM

Marina disse...

Seu blog é muito interessante garota...