quarta-feira, 22 de julho de 2009

justo agora?

hoje o dia está chuvoso e frio.

na volta do trabalho, um acontecimento assustador.
o maquinista parou o trem de repente.
ele forneceu as seguintes instruções no rádio: "parece que avistei algo caído na linha."
o desespero da voz do outro lado fez o maquinista largar seu posto e verificar o que era.
o algo era alguém.
tínhamos passado em cima de um corpo.
o maquinista nos anunciou: "uma pessoa faleceu. vamos todos descer calmamente por uma porta única."
a estação lotada de gente nervosa foi se esvaziando e minha sensação de bem estar de dia cumprido foi se esvaindo.
ouvi o comentário de um passageiro: "bah! bof! o cara resolveu suicidar justo agora? tenho pressa."
cheguei em casa faminta e vazia.

hoje o dia está frio.

7 comentários:

Anônimo disse...

adoro seu blog!
Sou seu fã!
Beijão!

Anônimo disse...

que dureza......Beijos.MMarta

A passagem tensa dos corpos disse...

O passageiro dono do comentário idiota tinha pressa.


Não tenha pressa.


Beijo e coberta.

Anônimo disse...

meus queridos sobrinhos, fafa e felipe - saudades de voces - beijao. paulocampos.

fabi disse...

nós também!
beijos!

Anônimo disse...

Nossa, só agora pude ler de tudo um pouco do blog. Estava sempre lendo meio sem noção do contexto, na pressa, que na verdade nem passa. Então lá fui lendo de novo, aos trancos e barrancos, catando cavacos, e o que descubro? Que você casou, mudou, e nem... não, o finalzinho do ditado não cabe, você deixou um blog, tá bem de bom tamanho! Gente... a vida passa mesmo!!!! Felicidades demais pra você aí, viu, que bateu asas!
Flávio

nuestras estorias disse...

como cantou chico: morreu na contramão atrapalhando o tráfego.