segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

rimando bobagens

Por você eu estava viciado
era um amor desenfreado
sem fronteiras, ilimitado
que me deixava atordoado.

Então, em um dia ensolarado
para lá de abençoado
eu havia confessado
que estava apaixonado.

Mas você ficou calado,
acho que apavorado
e, sentindo-se pressionado,
tratou de dar o seu recado.

Você havia me negado
E eu, me sentindo rejeitado,
por você ter me desprezado
mantive meu coração encarcerado.

Mas depois de muito cigarro mentolado
De muito poema parafraseado
Olhei para o lado
E vi que tudo tinha acabado.

Só depois disso constatado
é que percebi, embasbacado
que o nosso amor meio tarado
havia sido por mim alucinado.

4 comentários:

marinanolasco disse...

nossa muito muito linda, foi vc que fez? se foi parabens ! bjos bom dia :*

fabi disse...

sim, mas achei mais boba que boa! obrigada

Marcelo V. Izquierdo disse...

Muito bom!

nuestras estorias disse...

ai, eu adorei! quanta criatividade! dei risada!